2 de set de 2010

A (in)segurança que estamos vivendo

O problema da segurança já é algo que está abalando toda a sociedade, o crescimento da violência faz com que ninguém mais se sinta seguro, basta ler o notíciario para (infelizmente) comprovar essa nova realidade que passa nossa cidade.
De quem será a culpa? Do governo. Não! Como ele próprio falou em uma entrevista: "A cidade cresceu, a economia aumentou, o servidor começou ganhar mais e a ligação com as fronteiras melhoraram, tudo isto faz com que a violência também aumente". Concordo. Isto é evidente que a violência iria aumentar, mas não dá para viver com tanta falta de insegurança. É preciso tomar medidas urgentes para a população viver mais sossegada e o trabalhador possa ter sua oportunidade, pessoas inocentes estão morrendo.

E quando pensamos que as coisas não acontece com a gente,  aí vem a comprovação do que realmente está acontecendo, ou seja, somente quando acontece algo com alguém próximo de você é que vamos acreditar. E foi isso que aconteceu. Primeiro, minha namorada que ia sendo assaltada na estrada sentido Boca do Acre; Segundo, um amigo seminarista que foi sequestrado junto com seu amigo, após sair de um restaurante, ameaçados de morte, roubados e muitas horas de sofrimento até serem liberados depois de muita pressão psicológica. Não é brincadeira. A Cidade está em um momento preocupante. É preciso que as autoriadades tomem atitudes rígidas para amenizar este problema. Diga Sim à PAZ!

Comente. Deixe sua opinião!

▲ Topo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua Opinião sobre o assunto. Seu comentário é muito importante.

Mensagem do Momento:

Deus não escolhe pessoas capacitadas. Ele capacita os escolhidos.