30 de dez de 2015

REFLEXÃO: Perdão e Misericórdia

Como conseguimos viver com mau-humor, rancores e raivas em nossos corações? Que Cristões somos nós?

Diante de tantas situações que observo e hoje sendo um dos últimos dias do ano, venho fazer essa reflexão, já que estamos vivendo um período de renovação e reflexão interior, o natal nos trás isso e a virada de ano novos Sonhos, novas expectativas e novas esperanças. Mas, como estamos buscando isso?

Eu sei como é difícil quando alguém nos faz mal, sobe nossa temperatura, nos descontrolamos e temos aquele momento de raiva ou aquele período de tristeza pelo o acontecido, mas uma coisa que louvo a Deus por ter em mim é que eu busco me sentir bem com o meu próximo, com meu irmão. É perdoar e pedir perdão (mesmo considerando está certo).

Poderíamos escrever milhares de linhas sobre esse assunto, podemos dizer várias opiniões sobre isso e você deve ter a sua. Mas, a reflexão deste fim de ano aqui é como perdoar o irmão e viver com o coração limpo e sem ressentimentos? Não é fácil (e dificil será) perdoar uma namorada(o) ou amigo(a) e depois continuar vivendo como se nada tivesse acontecido. Claro que não é fácil! Mas, perdoar as pessoas, conversar e respeitar uns aos outros nós podemos ser, porque isto faz bem para o nosso coração, para nossa alma. Quando guardamos rancores, odiando as pessoas, dizemos que "não queremos vê-las nem pintada na nossa frente", ignorando-as ou evitando qualquer contato, vamos manchando nossos corações e vivendo uma felicidade falsa, porque ela não vem de Deus.

“Se alguém diz: Eu amo a Deus, e odeia a seu irmão, é mentiroso. Pois quem não ama a seu irmão, ao qual viu, como pode amar a Deus, a quem não viu?” (I Jo 4:20).

Não sei até que ponto deve ir o perdão, mas o que falo aqui não são palavras minhas, mas é o Cristo Senhor que nos mostra em Colossenses 3, 13: “Suportem-se uns aos outros e perdoem as queixas que tiverem uns contra os outros. Perdoem como o Senhor lhes perdoou”.

Essas palavras descrevo aqui, porque eu particulamente, não consigo viver dentro do mesmo teto, no mesmo mundo com raiva das pessoas, as coisas que me chateio busco conversar, conversar e resolver da melhor forma possível e o mais rápido possível também. Não guardo rancor das pessoas que falam mal nem das que mim fazem o mal, busco entendê-las e viver bem. Preciso ter meu coração limpo. Se a amizade não é será a mesma novamente é o tempo que nos diz, mas como Cristo e por Cristo sempre estenderei minha mão ao próximo, independente de qualquer coisa. Assim que precisamos viver num mundo cada vez mais destruidor do: AMOR.

LEMBRE-SE das palavras do nosso Papa Francisco: "Deus nunca se cansa de perdoar, somos nós os que cansamos de pedir perdão". Aproveitemos o Ano da Misericordia para exercitar o amor.

Um Feliz e abençoado 2016 para você!
Abraços.

▲ Topo

Mensagem do Momento:

Deus não escolhe pessoas capacitadas. Ele capacita os escolhidos.